• Document: LJ26 CAMILLO GORNATI CPF ANÁLISE DE MÍDIA
  • Size: 6.6 MB
  • Uploaded: 2018-10-25 05:05:42
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

MJ – SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ GTLJ/DRCOR/SR/PF/PR OPERAÇÃO LAVA JATO 26 RELATÓRIO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA Nº 162/2017 EQUIPE SP 16/LJ26 CAMILLO GORNATI – CPF 170.858.468-44 ANÁLISE DE MÍDIA Do APF JESUÁ VASCONCELOS DA SILVA À DPF RENATA DA SILVA RODRIGUES Assunto: IPL 208/2016 – SR/PF/PR - Memorando 2.615/2016-SR/PF/PR Referência: Memorando 1.709/16-SETEC/SR/PF/PR Senhora Delegada, Encaminho a Vossa Excelência o presente relatório de análise preliminar dos materiais arrecadados no endereço localizado na Rua Albion nº 632, Lapa, São Paulo/SP, endereço comercial de CAMILLO GORNATI, CPF 170.858.468-44, por força do Mandado de Busca e Apreensão n.º 700001731811, expedido nos autos da representação criminal nº 5010479- 08.2016.4.04.7000/PR, em trâmite na Seção Judiciária de Curitiba/PR. O material foi recebido para análise acompanhando o memorando nº 1.709/16- SETEC/SR/PF/PR, de 24/05/2016, (Laudo Pericial nº 0996/16-SETEC/SR/PF/PR). 1. DO MATERIAL APREENDIDO: Quadro 1 – Material Apreendido Material* Nº ** Descrição 01 (um) notebook, marca SONY VAIO, cor cinza escuro, número de 1583/16 01/01 série 28276032 3004200, service tag C 600GPB8, encontrado na sala de escritório. * Número SISCRIM; ** Número da Apreensão/Arrecadação. (RPJ n°162/17 - GT/LJ/SR/PF/PR, de 19/05/2017........................................Fl2/48) 2. DO MATERIAL ANALISADO: Quadro 2 - Material de Destino Material*** Descrição 2703/16 DESTINO: 01 HD SAMSUNG 1TB E2FWJJHF94A89A *** Número do material de destino. A análise é realizada utilizando-se o material espelhado, encontrado no material de destino anexo ao Laudo Pericial nº 0996/16, sendo referendados neste relatório somente os dados que em tese possam ser úteis para a investigação. O Material foi submetido ao sistema Indexador e Processador de Evidências Digitais (IPED v3.10) que realiza categorização dos dados e permite, dentre outras funcionalidades, a realização de buscas indexadas, a pré-visualização do conteúdo dos arquivos, bem como apresenta diversos atributos dos arquivos categorizados, tais como data de criação e acesso, localização no sistema de arquivos, valor da função de resumo criptográfico MD5 e se o arquivo encontra-se com status de apagado ou não, dentre outras funcionalidades. Os arquivos de imagem, juntamente com a ferramenta gráfica para a análise de dados do IPED, foram copiados para a mídia de destino descrita abaixo. A análise foi, então, realizada a partir da referida mídia, preservando-se o material original. 3. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: De início, segue uma breve qualificação e principais dados cadastrais extraídos de bancos de dados disponível a respeito do investigado: CAMILLO GORNATI – CPF 170.858.468-44 - EMPRESAS EM NOME DE CAMILLO GORNATI – 1 - GTRADE IMPORTAÇÃO E COMÉRCIO DE PRODUTOS PARA ANIMAIS LTDA – CNPJ 16.800.6760001-08 (RPJ n°162/17 - GT/LJ/SR/PF/PR, de 19/05/2017........................................Fl3/48) O quadro societário da empresa GTRADE é completado por RAFAEL GORNATI – CPF 27945140831, o qual é primo do ora investigado, de acordo com o contido em seu Termo de Declarações. 2 - P.D.O Consultoria Em Tecnologia de Informação Eireli - CNPJ 24.844.509/0001-89 (RPJ n°162/17 - GT/LJ/SR/PF/PR, de 19/05/2017........................................Fl4/48) Figura 1 - Cópia da CNH de Camillo Gornati De acordo com o constante na corpo da Reprentação da Operação Lava Jato, Fase 26 - XEPA, a funcionária da ODEBRECHT, a sra. MARIA LÚCIA TAVARES GUIMARÃES, era integrante da equipe que atuava no departamento conhecido por Setor de Operações Estruturadas da empresa ora investigada. Conforme se pode perceber no texto a seguir, retirado da citada Representação, a Sra. Maria Lúcia Tavares Guimarães informou detalhes acerca do funcionamento de tal departamento, dando conta das pessoas envolvidas, bem como dos sistemas utilizados. “No âmbito da 23ª Fase da OPERAÇÃO LAVAJATO (ACARAJÉ), foram executadas medidas cautelares em relação a MARIA LÚCIA TAVARES GUIMARÃES, funcionária da CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT, inclusive busca e apreensão em sua residência e em seu atual local de trabalho (RPJ n°162/17 - GT/LJ/SR/PF/PR, de 19/05/2017........................................Fl5/48) (ODEBRECHT AMBIENTAL – CETREL), além da decretação de sua prisão temp

Recently converted files (publicly available):