• Document: MICROSCÓPIO ÓPTICO DE CAMPO CLARO
  • Size: 692.89 KB
  • Uploaded: 2019-01-12 12:52:45
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Psicologia e Saúde Unidade curricular: Biologia Humana I 4ª aula PL MICROSCÓPIO ÓPTICO DE CAMPO CLARO O microscópio é um instrumento utilizado para observar pormenores de objectos ou objectos muito pequenos, colocados a uma distância inferior à distância mínima de visão distinta, permitindo a observação de estruturas com dimensões inferiores às do limite de resolução do olho humano. O microscópio óptico é um microscópio composto, por ser constituído por dois sistemas de lentes, objectivas e oculares, que, em conjunto, permitem obter uma imagem ampliada do objecto. Para a observação microscópica ser possível, um feixe de luz emitido por uma lâmpada situada na base do microscópio tem de atravessar o objecto (iluminação transmitida) e chegar aos nossos olhos, depois de passar pelas lentes do microscópio. Os objectos destinados à observação microscópica são preparados a fim de se tornarem transparentes, se não o forem naturalmente. A luz que atravessa o objecto é chamada luz transmitida. A capacidade para ver o objecto designa-se por visibilidade e depende do contraste que o objecto apresenta. Entende-se por contraste a diferença relativa de intensidade luminosa ou de cor entre o objecto e o meio que o rodeia. Por outro lado, os objectos são visíveis quando: - São naturalmente corados (cloroplastos, por ex.) - São corados artificialmente - São incolores, mas têm índices de refracção significativamente diferentes dos do meio no qual estão montados. Para poderem ser observados, os objectos têm de ser montados entre uma lâmina e uma lamela, existindo entre estas um meio de montagem (água ou outro) que elimina diferenças de índice de refracção entre o objecto e os vidros da lâmina e da lamela. O conjunto formado pela lâmina, objecto e lamela constitui a preparação microscópica. Para manusear a preparação microscópica pega-se pelas arestas, entre os dedos polegar e indicador, evitando colocar os dedos sobre as superfícies da lâmina. Componentes do microscópio óptico (Fig. 1): Sistema mecânico (suporte ou estativo) a) Pé ou base - Placa rectangular e pesada que assenta sobre a mesa de trabalho, dando estabilidade ao conjunto. Inclui também um encaixe para o suporte da lâmpada. 1 b) Braço - Haste em parte vertical e em parte oblíqua fixada à base, que suporta as restantes partes do microscópio através de dois sistemas cremalheira-parafuso, os quais permitem o movimento vertical da platina. Fig. 1 - Constituição do microscópio óptico de fundo claro. c) Tubo ou canhão - Serve de suporte ao sistema de amplificação. Compreende duas partes: uma vertical e outra inclinada. A parte superior, inclinada, é um tubo binocular, tendo dois tubos porta- oculares reguláveis lateralmente, dos quais o da esquerda é regulável também em altura. Este último 2 dispositivo de correcção permite compensar as desigualdades do poder visual dos dois olhos (anisometropia). A regulação lateral permite ajustar a distância entre as oculares à distância inter- pupilar do observador, que pode variar entre 55 e 75 mm. O tubo binocular pode ainda ser rodado e fixado na posição desejada por meio de um parafuso. d) Suporte do condensador, do diafragma e do porta-filtros - Está fixo à base inferior do suporte da platina. e) Botões de comando dos movimentos: parafusos macrométrico e micrométrico e parafuso de deslocação vertical do condensador. São botões bilaterais que controlam as deslocações verticais da platina e do condensador. Os que comandam os movimentos da platina são de dois tipos: - Botões de comando do parafuso de focagem rápida (parafuso macrométrico ou de grandes deslocações) - permitem movimentos verticais de grande amplitude. - Botões de comando do parafuso de focagem lenta (parafuso micrométrico) - permitem movimentos verticais de pequena amplitude, apenas para correcção da focagem. f) Botões de controlo da sobreplatina- Servem para deslocar a preparação sobre a platina e colocar o objecto no centro do campo visual. g) Revólver - Peça que suporta as objectivas e que roda de modo a colocar a objectiva desejada no prolongamento do tubo do microscópio. h) Platina - Placa onde se coloca a preparação, com a lamela voltada para cima, tendo no centro uma abertura para deixar passar a luz. i) Pinça da sobreplatina - Serve para imobilizar a preparação. j) Interruptor - Botão onde se liga e desliga o microscópio. Sistema óptico A - Sistema de iluminação Fornece, orienta e regula a quantidade de luz que atravessa o objecto (luz transmitida) e que, através do sistema de ampliação, chega ao observador. 3 k) Fonte luminosa - Lâmpada de incandescência de baixa voltagem situada na base do microscópio, que fornece o feixe de raios luminosos. Em alg

Recently converted files (publicly available):